Praça do Coração de Jesus, s/n - Centro, Fortaleza - Ceará | Fone: (85) 3226.2854

Santuário Sagrado Coração de Jesus Fortaleza - Ceará

Campanha da Fraternidade 2017

segunda-feira, 6 de fevereiro de 2017

Caríssimos irmãos e irmãs!

A Igreja do Brasil apresenta como tema para a Campanha da Fraternidade deste ano: Fraternidade: Biomas Brasileiros e defesa da vida e como lema: Cultivar e guardar a criação (Gênesis 2,15).

O objetivo Geral da CF-2017 é: Cuidar da criação de modo especial dos biomas brasileiros, dons de Deus, e promover relações fraternas com a vida e a cultura dos povos à luz do Evangelho.

Há algum tempo a Igreja Católica, tem abordado de maneira profética a respeito da questão ecológica. Neste início do terceiro milênio, somos uma população de mais de 200 milhões de brasileiros, destes 160 milhões vivem em cidades gerando sérias preocupações. O impacto desse inchaço populacional sobre o meio ambiente causa problemas que põem em risco as vários biomas brasileiros.

No Brasil existem seis biomas: a Mata Atlântica, a Amazônia, o Cerrado, o Pantanal, a Caatinga e o Pampa. Nesses vivem pessoas, povos, resultantes da imensa miscigenação brasileira. Biomas são conjuntos de ecossistemas com características semelhantes dispostos em uma mesma região e que historicamente foram influenciados pelos mesmos processos de formação.”

Os biomas brasileiros tem sofrido interferências negativas desde a chegada dos primeiros colonizadores ao Brasil.Assim escreveu Pero Vaz de Caminha ao rei de Portugal dizendo que as “águas são muitas, infinitas. Em tal maneira graciosa (a terra) que, querendo-a aproveitar, dar-se-á nela tudo; por causa das águas que tem”.

Foi o primeiro passo para os colonizadores iniciarem a extração do pau-brasil usando, no início, a mão de obra escrava de indígenas e mais tarde dos africanos. Hoje, após mais de 500 anos podemos nos perguntar: O que restou daquelas belezas naturais que impressionaram Pero Vaz de Caminha?

Pois bem, à luz da fé, nos questionaremos através das reflexões que esta Campanha da Fraternidade de 2017 nos proporcionará, sobre o significado dos desafios apresentados pela situação atual dos biomas e dos povos que neles vivem. Sobre as iniciativas que já existem de modo concreto e que podem surgir etc. Que o Senhor nos ajude a buscarmos verdadeiramente uma “conversão ecológica” como nos pede o Papa Francisco em seu texto Laudato Si e nos tornarmos autênticos administradores da obra da criação.

Fraternalmente,
Frei Renê Tomaz, OFMCap