Praça do Coração de Jesus, s/n - Centro, Fortaleza - Ceará | Fone: (85) 3226.2854

Santuário Sagrado Coração de Jesus Fortaleza - Ceará

Campanha da Fraternidade 2018

segunda-feira, 15 de janeiro de 2018

A Conferência Nacional dos Bispos (CNBB) estabeleceu que neste ano de 2018, o tema da Campanha da Fraternidade será “Fraternidade e superação da violência”, e o lema “Em Cristo somos todos irmãos (Mt 23,8)”.

A violência está presente em várias partes da sociedade. Tendo suas casas rodeadas por cercas elétricas, guaritas e vigilantes, cada vez mais as pessoas ficam isoladas e sentem nisso uma falsa impressão de segurança. Esse isolamento acontece não somente com relação ao inimigo, mas também dos vizinhos. Aqui encontramos um dos maiores desafios da sociedade hodierna no campo da segurança pública: assegurar que as políticas públicas tenham como foco o aumento da solidariedade entre as pessoas, e não o seu enclausuramento, criando obstáculos ou mesmo impossibilitando relações interpessoais humanizadas.

O principal objetivo da campanha é estimular a solidariedade de seus fiéis e da sociedade brasileira, em um problema comum a todos nós, proporcionado uma solução para elucidar esses determinados problemas.

CF 2018 acontece em âmbito nacional, e envolve todas as comunidades cristãs católicas e ecumênicas do Brasil. A coleta realizada da Campanha da Fraternidade faz parte do Fundo Nacional de Solidariedade e dos Fundos Diocesanos de Solidariedade, onde 60% do valor arrecadado é destinado a projetos sociais da própria comunidade diocesana, e os outros 40% restantes forma o FNS, que são direcionados para o fortalecimento da solidariedade em várias regiões do país. Neste ano, os objetivos da Campanha são:

Objetivo Geral 

Construir a fraternidade, promovendo a cultura da paz, da reconciliação e da justiça, à luz da Palavra de Deus, como caminho de superação da violência.

Objetivos específicos

01 – Anunciar a Boa Nova da fraternidade e da paz, estimulando ações concretas que expressem a conversão e a reconciliação no espírito quaresmal.
02 – Analisar as múltiplas formas de violência, considerando suas causas e consequências na sociedade brasileira, especialmente as provocadas pelo tráfico de drogas.
03 – Identificar o alcance da violência nas realidades urbana e rural de nosso país, propondo caminhos de superação a partir do diálogo, da misericórdia e da justiça em sintonia com o Ensino Social da Igreja.
04 – Valorizar a família e a escola como espaços de convivência fraterna, de educação para a paz e de testemunho do amor e do perdão.
05 – Identificar, acompanhar e reivindicar políticas públicas de superação da desigualdade social e da violência.
06 – Estimular as comunidades cristãs, pastorais, associações religiosas e movimentos eclesiais ao compromisso com ações que levem à superação da violência.
07 – Apoiar os centros de direitos humanos, comissões de justiça e paz, conselhos paritários de direitos e organizações da sociedade civil que trabalham para a superação da violência. Reflexões que podem iluminar o tema da CF 2018.

Que nesta quaresma que logo mais iremos vivenciar possamos fazer uma reflexão que nos inspire iniciativas que promovam a paz e a aproximação das pessoas para juntas trabalhem pela construção do Reino de Deus.

 

Frei Rene Tomaz
Reitor do Santuário